10:22 Blog do Adeildo Alves 0 Comentários


Barqueata alerta sobre os problemas do Velho Chico


No terceiro ano da Campanha Nacional em Defesa do Velho Chico, o Comitê da Bacia Hidrográfica da Bacia do Rio São Francisco realizou, por meio de uma barqueata, uma verdadeira aula de educação ambiental nas águas são franciscanas. A ação aconteceu nesta sexta-feira, 03 de junho, no trecho do rio que separa as cidades de Juazeiro, na Bahia, e Petrolina, em Pernambuco. Dez barcos enfeitados com os símbolos da campanha 'Eu viro Carranca para defender o Velho Chico' navegaram como uma frota de proteção ao rio, chamando a atenção da sociedade para os graves problemas da região. Dentro das embarcações, estudantes, professores, pesquisadores e ambientalistas puderam conferir de perto os dramas vivenciados pelo rio, que abastece mais de 15 milhões de pessoas em seu curso por sete unidades da federação.

"Essa é uma região estratégica para se perceber o impacto da 'seca de gestão' na bacia do São Francisco, que tem sofrido com a diminuição da sua vazão, a destruição de sua vegetação, a ocupação de suas áreas de mata nativa e, principalmente, o despejo de esgoto em suas águas, como fazem cidades como Juazeiro e Petrolina", denunciou Almacks Luiz, membro do CBHSF e presidente do Comitê da Bacia do Rio Salitre.

0 comentários:

Clique no X para fechar ou Atualize a página